Sunday, September 13, 2009

TEU ROSTO TARDIO

Quando em teu rosto tardio
O bafo das noites
D'orgias
Serei-me nos açoites
Da dor pungente dos dias
A verter lágrimas de dorido silêncio!

Quando em teu hálito a miúdas
Whiskies e cavalgadas
D'avenidas de prazer
Serei o rosto de mulher
A vigiar-te as noites
Guardando-te os espasmos dos meus limites!

Quando na correnteza da noite
Tropeçares amanheceres
E gemidos de mulheres
Serei um qualquer zénite
A rezar-te a demora nas noitadas
A velar-te os passos nas estradas!

E serei tímida
Reservado águas quentes
À doçura do teu pólen
Serei-me em teu cheiro másculo d'homem
Gemidos ardentes
E suspiros em minha janela húmida!

Serei-me de vigília
A vigiar-te os passos da noite
Álcool, tabaco, música e prostitutas
Serei o amanhecer do dia
Uma porta um convite
Migalhas do teu pólen em minhas águas sedentas!

Luanda, 24 de Abril de 2008

Décio Bettencourt Mateus

In Xé Candongueiro*

* Mini autocarros que fazem serviço semelhante a táxi.

8 comments:

Fatima said...

Quem é vivo sempre aparece!
E ainda tráz um belo poema.
bjs.

Decio Bettencourt Mateus said...

Fatima obrigado pela visita (sempre benvida) e elogio.

Kandandu

Moacy Cirne said...

Meu caro:

Adicionei o seu Mulembeira à Feira de Blogues do Balaio. Voltarei a publicar alguns de seus poemas, em breve.

Abraços.

Decio Bettencourt Mateus said...

Moacy. Obrigado. Eh um prazer imenso.

Os meus poemas sentem-se honrados. Eh so escolher.

Kandandu.

NAMIBIANO FERREIRA said...

Xé mano!!! Parabens pelo novo livro, pela aragem deve estar de arrasar...
Kandandu

Decio Bettencourt Mateus said...

Mano Namibiano, obrigado.
Quando tiver mais exemplares, prometo enviar te um.

Kandandu

nina rizzi said...

olá décio,

obrigada pela visita, que honra :)
belíssima essa poética, essa "putaria" tão pungente.

eu volto.
um beijo :)

Decio Bettencourt Mateus said...

Nina: sua visita é bem-vinda e recebida com alegria. Confesso que não tinha visto as coisas no prisma de "putaria" tão pungente.
Bem mas afinal acaba tendo razão; é mesmo muita put...!