Tuesday, January 19, 2010

Convite - Lançamento de "Xé Candongueiro"


Mulembeira tem o prazer de convidar os seus amigos, leitores e visitantes à cerimónia de lançamento do mais recente livro de Décio Bettencourt Mateus, "Xé Candongueiro", a acontecer nesta quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010, as 17h30, na sede da União dos Escritores Angolanos (UEA).

O livro, uma edição da UEA, é composto por trinta poemas, distribuídos em oitenta e duas páginas e prefácio do galego Xosé Lois Garcia.
Adriano Botelho de Vasconcelos, escritor e actual Secretário Geral da UEA, fará a apresentação do mesmo.

Mulembeira muito vos agradeço.




11 comments:

Fatima said...

Quem me derá poder ir Décio!
Desejo todo o sucesso do mundo para vc.
Bjs.

romério rômulo said...

décio:
aqui neste brasil estamos um pouco distantes na geografia.mas, espero conhecer o trabalho.
um grande abraço.
romério

Anonymous said...

Estarei presente com minha muxima, meu mano. Tudo de bom e que seja mais um sucesso.

kandanduéééé
Namibiano

Decio Bettencourt Mateus said...

Fátima.Obrigado pela força. Depois digo como correu.

Decio Bettencourt Mateus said...

Romério, muito agradeço. Seu desejo é motivo de satisfação. Creio que podemos fazer com que tenha acesso a minha obra e igualmente que eu tenha acesso a sua. O desejo é reciproco. Vou procurar o seu email para que possamos acertar.

Decio Bettencourt Mateus said...

Mano Namibiano, obrigado. Obrigado mesmo. Nestas alturas não escapamos a alguns momentos de ansiedade e mesmo nervosismo. E estas presenças e encorajamentos dos amigos são muito bem vindas.

Kandandu.

Nguimba Ngola said...

voei
de aveo
o candongueiro
ia lesto
carregava fatias de verbo
ah foi bom
e Gente da Periferia mexeu
na periferia do meu eu
desassegado é pura realidade
eu a vivo
e recitei
declamei
porque a gravata continua a mentir
até quando?
xé candongueiro
há lugar na bauka?
também quero sonhar
e deleitar-me na arte das palavras

Força Décio, o poeta do KK ou de Luanda?
não importa
é mesmo muangolê Eu sei e ví e peguei
as palavras que caim nos pés descalços

Nguimba Ngola said...

desassossegado
caiam

Decio Bettencourt Mateus said...

Nguimba Ngola: grandemente saúdo tua visita e comentário em Mulembeira. Eh motivo de regozijo. E obrigado e gostei do poema debitado que (suponho) inspirado em alguns de "Xé Candongueiro". Um dia prometo explicar a confusão do porquê, se o poeta é do Kuando-Kubango ou de Luanda. Prometo mesmo.

Aquele nosso kandandu.

Ricardo Riso said...

Prezado Decio Bettencourt,
fico feliz por conhecer o teu blog, uma forma de conhecer a poesia feita por ti. Passarei aqui com mais calma em outro momento.
Grande abraço,
Ricardo Riso

DECIO BETTENCOURT MATEUS said...

Ricardo Riso: benvindo! Na verdade sou eu quem agradeço tua visita que verdadeiramente me alegra.

Kandandu.